PEQUIM, 26 de Setembro de 2012 - Toyota e Nissan estão cortando a produção na China após protestos contra o Japão que fecharam concessionárias e começam a afetar as previsões de vendas no maior mercado automobilístico do planeta.



O esfriamento da produção é característica normal da indústria de automóveis em mercados experientes, como EUA e Japão, onde a ordem é impedir o aumento de um estoque e evitar a que as montadoras vendam os carros com desconto prejudicando assim sua lucratividade.

A nissan que hoje é a maior montadora do Japão em solo chinês, vai suspender a produção do "Join venture" a partir de quinta-feira, três dias antes do planejado. A Toyota por sua vez vai paralisar a produção nas fábricas Tianjun e Guagzhou, até o fim do feriado.

Escolha qual rede social e comente:

1 comments:

  1. [...] diplomática instaurada entre Japão e China, ambos países fizeram grandes protestos inclusive a suspensão de produção. O governo chinês deixou o controle alfandegário mais restrito a produtos japoneses inclusive [...]

    ResponderExcluir