Bo Xilai era líder do partido no munício mais populoso da República popular da  China


[caption id="attachment_40" align="alignleft" width="300"] Bo Xilai, líder do partido no maior município da China[/caption]


PEQUIM, 28 de Setembro de 2012 - Bo Xilai, ex-líder do partido em Chongqing (munícipio mais populoso da República Popular da China) que foi envolvido em um dos maiores escândalos da China. Bo foi formalmente acusado por vários crimes, como abuso de poder e corrupção.

Gu Kailai, esposa de Xilai, e um ex-policial foram condenados a prisão pelo assassinato de um empresário britânico. Em nota autoridades disseram que as repercusões do caso abalaram fortemente a reputação do partido e do Estado.
Xinali tinha 63 anos, e estava em grande ascenção ao poder, começou a ter abalos em sua reputação depois que seu chefe de polícia se refugiou em um consulado americano e acusou a esposa de Bo por ter envenenado Heywood por assuntos empresariais.

O Partido Comunista da China foi fundado em 1921 em Shangai e governa a China desde 1949, é o maior partido do mundo com cerca de 70 milhões de militantes. É temido porque controla o Exército de Libertação Popular, o maior exército do mundo com 2,3 milhões de militares.

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: