O coronel Sílvio Benedito Alves, de 46 anos, tomou posse ontem de manhã, na Academia da Polícia Militar, como comandante da instituição que teve o pai dele como soldado, fato inédito na corporação. Ele ficou emocionado ao se lembrar que o pai foi um praça da PM. “Sou o primeiro comandante-geral filho de soldado”, disse.

O coronel, que tem 27 anos de corporação, foi empossado pelo governador Marconi Perillo (PSDB) com a missão de, através de operações especiais, diminuir os índices de violência e de criminalidade principalmente na região metropolitana de Goiânia e no Entorno do Distrito Federal.

Considerado um oficial operacional, que está à frente da tropa nas ruas em casos de operações contra o crime, Sílvio Benedito Alves foi escolhido para o cargo porque foi o único comandante regional da PM a conseguir diminuir os índices de violência e criminalidade onde comandou. Até a semana passada ele era comandante do Comando Regional de Aparecida de Goiânia e conseguiu reduzir os índices em 30%, em média, nos casos de homicídios, latrocínios, roubo a pessoas, de veículos e a comércios.

Ele assumiu o comando-geral da Polícia Militar no lugar do coronel Edson Costa Araújo, que desde 2011 estava no cargo. Edson Costa agora é o subsecretário de Segurança Pública e Justiça. Na solenidade contou com a presença de políticos, familiares, amigos, comandantes regionais e de área, além de toda a turma de aspirantes do ano de 1988, da qual o coronel Sílvio Benedito Alves fez parte. “Foi uma homenagem muito bonita”, comentou o novo comandante.

O governador Marconi Perillo cobrou operacionalidade do novo comandante-geral. “O que eu peço agora é operação. É o comandante nas ruas, na Região de Goiânia, no Entorno de Brasília, nas divisas, nas pequenas e grandes cidades”.

FONTE: Polícia Militar de Goiás e O Popular

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: