FOTO: AGÊNCIA SENADO
O secretário municipal Rodrigo Cesar Faleiro de Lacerda participou ontem (18) em audiência pública na Comissão Temporária destinada a propor soluções para o financiamento do sistema de Saúde do Brasil. 

A audiência contou com Jurandi Frutuoso Silva secretário executivo do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), senador Humberto Costa como relator da comissão temporária, senador Paulo Davim como Vice-presidente da comissão, senador Vital do Rêgo Presidente da comissão temporária, secretário municipal de saúde de Formosa (GO) representando o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), além de demais autoridades do Congresso Nacional.

Segundo Rodrigo Lacerda, o problema de falta de recursos é “claro e visível”, mas os gestores são pressionados a prestar atendimento em razão de processos judiciais e pela ação da mídia. Para ele, é necessária a instituição de novas fontes de financiamento.

- Como vamos distribuir recursos do SUS, vamos priorizar o que dentro de um sistema que é universal e integral a todos os cidadãos no Brasil? Se nós não tivermos recurso novo, financiamento novo, para que a gente possa fazer uma proposta que leve em conta as necessidades de saúde do cidadão, estamos diante de uma situação que não sabemos como resolver - ressaltou Rodrigo Lacerda.

Ele observou ainda que o atual quadro poderá se agravar, uma vez que vem aumentando o número de idosos e, naturalmente, das doenças crônicas relativas à idade. E defendeu um modelo de saúde básica Inter federativa  que trate as necessidades da população e não apenas atenda as pessoas em situação de urgência ou emergência.

Adaptado do Senado Federal
Fonte: Agência Senado - Iara Farias Borges

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: