Na última quinta-feira (28), a Superintendência de Vigilância em Saúde (Suvisa) divulgou o boletim epidemiológico da Dengue.

Os dados da semana (até 18 de maio) mostram que Goiás tem 135.093 casos notificados da doença e 17 óbitos confirmados. A quantidade de casos em 2013 supera os números do ano passado em 675,46%.

No boletim, Formosa não aparece como uma das 10 maiores cidades com casos notificados, mas a população reconhece que a quantidade de casos em referência ao ano passado cresceu abruptamente.

Sobre a dengue
Sintomas da Dengue: 
Há suspeita de dengue em casos de doença febril aguda com duração de até 7 dias e que se apresente acompanhada de pelo menos dois dos seguintes sintomas: dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores musculares, dores nas juntas, prostração e vermelhidão no corpo.

Dengue Clássica 
Geralmente, os sintomas da dengue iniciam de uma hora para outra e dura entre 5 a 7 dias. A pessoa infectada tem febre alta (39° a 40°C), dores de cabeça, cansaço, dor muscular e nas articulações, indisposição, enjôos, vômitos, manchas vermelhas na pele, dor abdominal (principalmente em crianças), entre outros sintomas.

Os sintomas da Dengue Clássica duram até uma semana. Após este período, a pessoa pode continuar sentindo cansaço e indisposição.

Dengue Hemorrágica 
A febre alta é um dos primeiros sintomas da dengue.

Inicialmente os sintomas da dengue hemorrágica se assemelha à Dengue Clássica, mas, após o terceiro ou quarto dia de evolução da doença, surgem hemorragias em virtude do sangramento de pequenos vasos na pelo e nos órgãos internos. A Dengue Hemorrágica pode provocar hemorragias nasais, gengivais, urinárias, gastrointestinais ou uterinas.

Na Dengue Hemorrágica, assim que os sintomas de febre acabam a pressão arterial do doente cai, o que pode gerar tontura, queda e choque. Se a doença não for tratada com rapidez, pode levar à morte.

Com informações do Ministério da Saúde e Portal 730

Escolha qual rede social e comente:

1 comments:

  1. HELIOMAR FERREIRA BARBOSA25 de mai de 2013 15:02:00

    A Dengue é uma doença transmissível e de epidemias sazonais. Sabemos que de tempos em tempos ocorre uma epidemia maior que a anterior e com a ocorrência de novos sorotipos de vírus. São quatro os tipos de vírus da Dengue: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4, sendo que o sorotipo DEN-4 já circula entre nós. Entretanto é bom lembrar que quem já teve a doença causada por um sorotipo, jamais vai contrai-lo novamente; ou seja, está imune contra aquele tipo de vírus. O que preocupa é que a cada nova infecção, os sintomas são mais graves, podendo ser seguido de hemorragias e levar à morte. A prevenção é a melhor maneira de se evitar a transmissão e procurar um serviço de saúde diante dos primeiros sintomas é a melhor forma de amenizar o sofrimento.

    ResponderExcluir