Na manhã desta terça-feira (21), em sua sede, a ADFFOR firmou mais duas parcerias, dando sequência a sua estratégia de unir-se ao poder público e à sociedade civil, para promover inclusão e acessibilidade em Formosa. Em reunião conjunta com a Guarda Municipal e a Superintendência Municipal de Trânsito (SMT), a Associação fez breve explanação de seus propósitos e propôs a parceria, prontamente aceita pelas duas instituições.

Pela ADFFOR, falaram Dino Prado, Lucia Resende, Osman e Robson. A queixa maior é quanto ao desrespeito às vagas especiais e às vias de acesso, e a solicitação inclui ação educativa e fiscalização rigorosa do uso dessas vagas, com autuações, se preciso.

W. Santos, subcomandante da Guarda Municipal, mostrou-se entusiasmado com a amplitude da proposta da Associação, ao tempo em que salientou que a Guarda Municipal fez já diversas campanhas educativas, trabalha com grupo de teatro nas escolas para promover educação para o trânsito e, além disso, tem autuado sistematicamente os infratores. Convicto de que essas ações podem ser intensificadas, firmou a parceria com a ADFFOR, no sentido de aumentar ainda mais a fiscalização, não só aplicando multas a quem usa indevidamente as vagas especiais, mas também autuando quem obstrui as vias de acesso (rampas e áreas de transferência).

Além disso, o subcomandante manifestou prontidão da Guarda para contribuir em outras ações que venham a ser demandadas em consequência da implementação e execução do Programa. Pela Superintendência Municipal de Trânsito, esteve presente o Sr. Idalmes que, igualmente, colocou a SMT à disposição da ADFFOR, para executar ações que favoreçam o bom andamento do projeto. A princípio, ficou acertado entre as partes que a SMT cuidará de acompanhar com rigor o credenciamento das pessoas com deficiência (credencial de condutor e de conduzido).

Também se discutiu que o antigo adesivo (azul com símbolo) deve ser desativado, uma vez que a credencial é para a pessoa, e não para o carro, como determina a legislação. Também foi solicitado o apoio da SMT para que se pleiteie a instalação de Banca Especial do Detran, que possa habilitar condutores com deficiência em Formosa. Hoje, esse atendimento é centralizado em Goiânia.

Outras questões como ampliação do número de vagas especiais (idosos, gestantes e pessoas com deficiência) e melhor sinalização desses espaços serão discutidas oportunamente em outras instâncias do poder público municipal, em conjunto com a SMT. Por fim, a ADFFOR ressaltou que está pronta a prestar quaisquer esclarecimentos sobre as temáticas que ora norteiam suas ações e a realizar palestras com grupos de pessoas sobre essas temáticas e sobre seu Projeto, para uma Formosa mais acessível.

Quem quiser ser parceiro ou parceira da ADFFOR, é só entrar em contato com a Associação, em sua sede, ou abaixo:
Facebook: https://www.facebook.com/groups/pessoacomdeficienciafsa/
Telefone: (61) 8404 6128 – Lucia

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: