Nessa terça-feira (16), foram entregues o novo crédito da reforma agrária previsto no Plano Safra da Agricultura Familiar 2014/2015. Com ele, os assentados passam a ter acesso, pela primeira vez, ao crédito individual

Nessa terça-feira (16), foram entregues o novo crédito da reforma agrária previsto no Plano Safra da Agricultura Familiar 2014/2015. Com ele, os assentados passam a ter acesso, pela primeira vez, ao crédito individual. A cerimônia ocorreu no Projeto de Assentamento Água Fria, em Formosa/GO com a presença do ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Laudemir Müller acompanhado do prefeito Itamar Barreto. Ao mesmo tempo, assentados do Ceará, Mato Grosso do Sul, Roraima, Pará, Pernambuco e Acre tiveram a liberação do crédito. Em todo o Brasil, até o fim do ano, serão beneficiadas 60 mil famílias com os recursos dos quatro ciclos da rota da reforma agrária.

A medida, além de um incentivo, é garantia de uma vida com mais qualidade para as famílias assentadas, de acordo com o ministro do MDA. "Se para vocês é um sonho, para nós, Governo Federal, também é um sonho realizar o sonho de vocês. Essa é uma nova fase da reforma agrária. Uma fase que estamos incentivando os assentados e assentadas a produzirem cada vez mais. Estamos iniciando uma nova política de crédito que, vai desde a instalação da família, até a estruturação produtiva. Então é um novo projeto, um novo assentamento, um novo Brasil", ressaltou.

Em Formosa, os recursos liberados a partir de hoje (16) vão beneficiar 103 famílias do PA Água Fria. Ao todo, serão mais de R$ 650 mil, somente no primeiro ciclo – crédito instalação.

Rota


A rota é dividida em quatro ciclos: instalação, inclusão produtiva, estruturação produtiva e demais linhas do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Conforme o superintendente do Incra do Distrito Federal, Marcos Aurélio Bezerra, a ação é o resultado de muito esforço. "Estamos mostrando que a reforma agrária pode dar certo. Todos nós sabemos das dificuldades que enfrentamos até chegarmos aqui, mas agora tudo funciona", afirmou.

Para a presidente da Associação do Projeto de Assentamento Água Fria, Barbara Janaina de Melo, a nova política renovou os ânimos das famílias que vivem ali. "Depois de todas as nossas lutas, receber esse crédito é mais que um sonho. Conseguimos formar esse assentamento com organização e união e é assim que vamos conseguir crescer e produzir. Porque, água e terra boa nós já tínhamos, vamos saber usar esse crédito para levar o assentamento para frente", destacou.

Com informações da Tássia Navarro - Ascom/MDA

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: