No último sábado, uma moça relatou na internet uma situação que casou revolta em grande parte da população

No último sábado, uma moça relatou na internet uma situação que casou revolta em grande parte da população. Segundo Camila Couto, uma moça estava escondendo do marido para ver o marido andar com outra mulher no carro. A moça se jogou na frente do carro e se chocou com o capô segurando-se apenas no limpador.

Segundo Camila, o marido portanto continuou a andar no veículo até que “brecou” o carro e ela caiu. O veículo passou no braço dessa moça e na mesma hora ficou inchado. “Ele só parou o carro porquê viu uma viatura logo atrás, ela se levantou queixando- se de dor no braço e na altura do tórax e partiu pra cima dele pedindo o filho dela que estava no colo da outra que se encontrava dentro do carro. Ele a enforcou e o PM não fez nada até que eu falei: - Ele enforcando ela”, diz na rede social.

O que mais causou indignação por parte da sociedade formosense baseada no relato foi que o policial não efetuou a prisão. “Sabe o que ele fez [o policial]? Pediu pra ele solta- lá e só, não pagou um sermão nem nada apenas liberou ele para ir embora, e ela ali desesperada toda machucada clamando pelos filhos. Eles nem chamaram o SAMU para prestar socorro pra moça”, emenda.

No final Camila questiona se fosse um carro de som a punição seria a mesma. “Talvez se fosse um carro de som ele aprenderiam né? Crime agora é ter carro de som, bater em mulher passou a não ser mais nada”, questiona.

A publicação até na manhã dessa segunda-feira (3), alcançou quase 170 curtidas. Entre os comentadores vários articuladores de opinião participaram da discussão. Entre eles o ex-vereador Coronel Abigail se dispôs a denunciar o caso. “Eu me encarrego de fazer chegar ao conhecimento do Comandante do 16º BPM, Batalhão Itiquira desde que os dados sejam repassados”, diz. “Não adianta é ficar só reclamando... existe a Corregedoria da PM é para isso mesmo”, emenda.

Alguns citaram que em briga de marido e mulher ninguém mete a colher, mas a maioria dos comentários criticaram a postura dos policiais. 

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: