A greve que já perdura 41 dias segue. Este foi o comunicado lançado pelo Sinprefor nesta manhã lamentando. A Prefeitura também lamentou “[A Prefeitura] reconhece o valor de cada servidor, seus direitos, entretanto, pela dificuldade financeira pela qual passam município, estado e país, torna-se impossível arcar com maior carga salarial solicitada”, frisa.

A greve que já perdura 41 dias segue. Este foi o comunicado lançado pelo Sinprefor nesta manhã lamentando. A Prefeitura também lamentou “[A Prefeitura] reconhece o valor de cada servidor, seus direitos, entretanto, pela dificuldade financeira pela qual passam município, estado e país, torna-se impossível arcar com maior carga salarial solicitada”, frisa.

Na reunião realizada sexta-feira (26), o sindicato criticou “(...) De um lado o sindicato recuou na contra proposta, a Prefeitura não modificou e nem forneceu uma proposta que fosse colocada para todas as categorias do serviço público municipal. ” Na nota que a Prefeitura lançou ela rebate “Por várias vezes a Prefeitura Municipal recebeu o comando de greve, mostrando a realidade financeira do município, com toda documentação comprobatória, demonstrando com transparência as dificuldades que ora enfrenta. A Prefeitura Municipal solicitou um tempo para acompanhar a evolução financeira no decorrer do ano e viabilizar alguma possibilidade, entretanto o diálogo tem sido difícil. ”

A Prefeitura em nota lançada na manhã desta terça-feira (1), destacou a decisão a seu favor no TJ-GO. “Foi determinada a suspensão do movimento grevista pelo TJGO, decisão exarada pela Douta Desembargadora Sandra Regina, dada a essencialidade dos serviços públicos prestados, os quais não podem ser interrompidos, pois, como tais, destinam-se a atender não apenas as necessidades de um ou alguns indivíduos, mas de toda a sociedade, de modo que sua ausência pode causar grave prejuízo à ordem pública. ”

O sindicato solicitou o diálogo “O governo municipal tem que entender que a greve defende os direitos de todos. Não é possível que em quarenta e um dias de movimento, a Prefeitura se recuse a reconhecer o direito dos servidores da saúde, os merendeiros e merendeiras e as dezenas de outras categorias que nunca são lembradas por eles nas negociações. É importante que surja uma proposta não só para todos os grupos de trabalho, mas que atenda a todos", disse um dos integrantes do movimento. ”

Prefeitura pede compreensão “A Prefeitura de Formosa mais uma vez se reuniu com Sinprefor, Movimento Grevista e OAB, para apresentação de uma nova proposta para colocar fim ao movimento. Sendo que até a publicação dessa matéria não houve acordo do Sinprefor com a prefeitura. Esperamos que aja compreensão de todos para que nossas crianças voltem a estudar. ”

Movimento leva pessoas à Praça
O movimento Por uma Formosa melhor, realizou um ato na sexta-feira, às 13h, na Praça Rui Barbosa. Eles buscavam uma a solução pelos problemas vivenciadas pela comunidade local.

Confira a nota das duas instituições

NOTA DE ESCLARECIMENTO A POPULAÇÃO FORMOSENSE:A Prefeitura Municipal de Formosa reconhece o valor de cada servidor,...

Publicado por Prefeitura de Formosa em Terça, 1 de março de 2016

41 DIAS: Propostas voltam a não atender maioria e movimento segueNesta última segunda (29), os trabalhadores e...

Publicado por Sinprefor Formosa em Terça, 1 de março de 2016

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: