A conferência “Questões socioambientais e a dimensão sociopolítica no plano das dimensões espaciais”, marcou a abertura, do I Encontro Regional Socioambiental do Cerrado - Erescer

A conferência “Questões socioambientais e a dimensão sociopolítica no plano das dimensões espaciais”, marcou a abertura, do I Encontro Regional Socioambiental do Cerrado (Erescer), evento que acontece durante toda a semana e realizado pelo Instituto Federal de Goiás (IFG)/Câmpus Formosa, Instituto Federal de Brasília (IFB)/Câmpus Planaltina, Universidade Estadual de Goiás (UEG)/Câmpus Formosa, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (FAPEG) e a cooperativa de materiais recicláveis, Recicla Formosa.

Participaram da abertura do evento o diretor-geral do Câmpus Formosa, Murilo de Assis Silva, o diretor interino da UEG/Formosa, Luiz Henrique de Azevedo Borges e o presidente da Comissão Organizadora do Erescer, professor José Vandério Cirqueira Pinto. Os três foram unânimes ao reconhecer a importância do Erescer para estreitar os laços entre as instituições.

“O Erescer é o primeiro evento em nível regional que realizamos e isso nos traz bastante orgulho e não seria possível sem a colaboração de todos”, afirmou o diretor do IFG, Murilo de Assis. O diretor interino da UEG também abordou a integração entre as instituições públicas de ensino. Para ele, a UEG continuará com ações a fim de estabelecer outras parcerias.

Após a abertura solene, o mediador da conferência, professor Geraldo Witeze Junior, assumiu os trabalhos com o conferencista da Universidade de São Paulo (USP) e Universidade estadual Paulista (Unesp), professor Antônio Sérgio da Silva, que abordou questões ambientais, políticas e sociais na conferência.

Terça-feira
Participantes, atentos, escutam instruções técnicas de uso de câmera fotográfica profissionalAs atividades de hoje se concentraram nas salas de aula, Teatro e laboratórios do Câmpus. No Laboratório de Informática, no minicurso “Click ecológico: o uso de registros fotográficos na formação de professores de Ciências e Biologia”, alunos do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas explicaram aos participantes as funções e o manuseio de uma câmera fotográfica para que adquiram os melhores registros de cenas da natureza.

Professor Lemuel, ensaísta Ana Medeiros e poeta Augusto Niemar falam sobre poesia e ensaio no cerrado

Outras atividades também foram realizadas com sucesso de público participante. A mesa-redonda “Poesia e ensaio literário no cerrado”, com Augusto Rodrigues da Silva Junior, professor da Universidade de Brasília (UnB), e Ana Clara Magalhães de Medeiros, do IFG/Câmpus Águas Lindas, acompanhados pelo professor do câmpus, Lemuel Gandara, trouxe para a tarde do câmpus a declamação de poemas com a temática do cerrado e a discussão do fazer poético e de ensaios.

Sala 506 lotada para assistir à oficina A oficina “Literatura, Cinema e Sociedade”, ministrada por Ludmilla Carvalho Fonseca, da Unesp/Assis, e Émile Cardoso Andrade, da UEG/Formosa, apresentou trechos de filmes para análise e contou com sala cheia.

Na noite da terça-feira, os participantes do Erescer estarão divididos entre a palestra “A participação brasileira na colonização cosmopolita na Antártida em tempos de antropoceno”, com o professor Luis Guilherme Resende de Assis, do IFG/Câmpus Anápolis, no Teatro; diversos minicursos voltados para a área ambiental, como “Análise de Bacias Hidrográficas”, que será ofertado pela UEG/Formosa, com Amon Chrystian de Oliveira Teixeira e Thiara Messias Teixeira, no Bloco Tecnológico; e oficinas, a exemplo de “Psicologia e turismo de aventura: o papel da emoção na dimensão risco-prazer”, da psicóloga do Câmpus, Fernanda Pimentel Faria de Miranda.
Fonte: IFG-Formosa



Escolha qual rede social e comente:

0 comments: