Inegavelmente, plantando e acompanhando o desenvolvimento de árvores, plantas e flores, há alguns anos, venho percebendo a interatividade delas com o meio ambiente circundante, como respondem aos tratamentos e aos cuidados com cada uma das milhares que tenho plantadas.
CALOR NO DISTRITO FEDERALDia 14 de julho, enquanto os terroristas esquentaram o clima social, na França, o clima ambiental esquentou no Distrito Federal, com os termômetros registrando 30,8°C, a temperatura mais alta em 55 anos da Capital Federal. E vamos contemplando a Mãe Natureza, meio ambiente é apelido, gritar, demonstrar e advertir que a sua saúde está piorando constante e rapidamente. E os homens políticos disputando poder e os demais homens assistindo omissa e passivamente os alertas que Ela está enviando. Vamos pagar para ver seus últimos gemidos?

CALOR NO BRASILEntramos no outono, quando as temperaturas, em todas as regiões do Brasil, deviam ser mais amenas, mas o calor está bem acima dos 30 graus. Perdidos nas suas batalhas pelo poder, por mais poder, e pelo dinheiro que vem junto, para si mesmos, e não pelo povo, os políticos não querem saber de nada, principalmente sobre a natureza, apelidada de meio ambiente, e suas alterações climáticas. Não estão vendo, ou fingem não ver, que os humores da nossa Mãe Natureza estão muito, mas muito aquecidos. Quando deveriam se preocupar. Buscar urgentes medidas de plantio de árvores, de bloqueio dos desmatamentos, de outras medidas que venham abrandar o clima e estimular a adaptação às mudanças ocasionadas pelo efeito estufa e o aquecimento global decorrente, estão dando de ombros para os imensos problemas ambientais no Brasil. Fato interessante é que nosso país foi muito ajudado pelo El Nino, nos últimos meses, uma circunstância anormal do aquecimento das águas do Oceano Pacífico, que trouxe muitas chuvas para quase todo o território nacional, afastando o risco, temporariamente, de agravamento da crise de fornecimento de água. Mas o El Nino é um fenômeno ocasional. E daqui pra frente? Mais calor e menos água.

HORAS DIFÍCEISA falta de grandeza de alguns políticos está escancarando portas para o imprevisível, induzindo lutas fratricidas entre concidadãos brasileiros, tudo baseado apenas na ambição de poder, de mando, de recursos. E o Brasil com o seu território privilegiado, com a sua fantástica natureza, está se esfacelando, sendo destruído de todas as formas dia após dia, implacavelmente. Horas difíceis estão se apresentando rapidamente nos horizontes brasileiros, horas de estimular o equilíbrio, a harmonia, a paz, porque pelos extremos apenas destruição, dificuldades, perturbações, onde todos perdem. E perder mais do que bens e coisas supérfluas, perder a própria vida.

RECLAMAR - UMA NECESSIDADE BIOLÓGICA?Se o reclamador acorda e está fazendo sol, ele reclama porque está quente. Quando abre a janela e está chovendo, ele reclama porque está fazendo um tempo muito ruim. O café está frio, não aguenta o chefe, está cansado de pegar ônibus cheio... e por aí segue o dia reclamando, geralmente aborrecido, chateado, depressivo, infeliz. É perfeito, enxerga, ouve, fala, anda, tem braços, mas não está nada bom. Nenhuma gratidão por nada que tem na vida. Pais não fazem mais do que a obrigação, professores falam demais, governo faz de menos.... Gosta mesmo é de reclamar. Sente prazer em reclamar. Quase sempre, pessimista, desanimado, triste, negativo. A reclamação sai de dentro, ressalta bem o que está falando, ou melhor, reclamando. Contamina todos a sua volta, que não têm outra maneira de conviver: só longe, distante. Acostumou-se tanto a reclamar, que não percebeu que passou a ser uma doença sua, uma necessidade biológica de reclamar. Alguém que ninguém aguenta, apenas suporta.

A ESPERTEZA DO BRASILEIROEle é muito esperto! Conseguiu vencer. Ele sempre dá um jeito, é esperto demais. Ele chegou lá! Sabia, é mais esperto do que todos. E assim, a cultura da esperteza no Brasil, em todas as camadas, produziu os políticos federais, estaduais e municipais que estão enganchados no poder executivo e no legislativo, e produziu também a degradação moral, o desrespeito, a ausência de princípios e valores que contemplamos, a violência e a criminalidade espalhadas por todo o território brasileiro, desmatado, poluído e em processo de desertificação. Nós produzimos tudo aquilo que estamos vendo no palco brasileiro dos horrores. Não tem inocente nessa história.

O CORPO HUMANO E A NATUREZAInacreditável, o expressivo número de pessoas, na verdade a grande maioria, que desconhece a sua interligação e interdependência com a natureza e não conhece o próprio corpo, a si mesmo. Não entende e não sabe como o seu corpo interage com todos os elementos da natureza, a água, a terra, o fogo e o ar, e com os produtos naturais oferecidos por ela para a sua saúde e equilíbrio. Não conhece a poderosa força vital da graviola, que ativa as defesas naturais orgânicas, a força desintoxicante do inhame, o poder anti-inflamatório do açafrão, a poderosa ação cicatrizante da sangra d'água, os cerca de 200 componentes de vitaminas, proteínas e sais minerais do broto de alfafa, a imensa importância do arroz integral, dentre centenas de produtos conhecidos pelos especialistas raizeiros que existem. E seguem os seres humanos desconsiderando os produtos naturais e entupindo-se e intoxicando-se com produtos químicos.

O PESSIMISTAO pessimista diz que é realista, que tem os pés no chão, que o otimista não passa de um visionário. Que ele cite, então, um colega pessimista que tenha criado, na História, uma invenção, uma descoberta, um projeto, alguma coisa positiva, construtiva, que iluminou a vida dos semelhantes, o caminho da humanidade.

PLANTAS VIVASInegavelmente, plantando e acompanhando o desenvolvimento de árvores, plantas e flores, há alguns anos, venho percebendo a interatividade delas com o meio ambiente circundante, como respondem aos tratamentos e aos cuidados com cada uma das milhares que tenho plantadas. Como pode certas plantas sensíveis como as samambaias, pimenteiras e arrudas sentirem e corresponderem à presença de algumas pessoas? Como pode uma samambaia viçosa, perfeita, bem cuidada murchar inteiramente e morrer com a simples presença de uma pessoa que nem a tocou? E já começar a secar enquanto a pessoa está no local? E não acontece o mesmo com outras pessoas? Como pode uma pimenteira secar completamente quando uma pessoa colhe algumas pimentas? E não ocorre com outras pessoas? Como pode um pé de arruda inteiro “Vir a óbito” quando uma pessoa tira alguns galinhos? Só pode ser questão do campo vibratório extremamente pesado da pessoa que interfere no campo vibratório vivo e pulsante da planta, que acaba não resistindo. Veja e teste como está o seu campo vibratório e magnético. Compre uma pimenteira!

VOCÊ SABIA?Que a GEOENGENHARIA é uma das profissões que está crescendo, abrindo grandes perspectivas de trabalho em todo mundo? Trata-se de estudar e criar mecanismos, sistemas e equipamentos que venham auxiliar o meio ambiente, digo Natureza, a se reciclar e a se recuperar das agressões dos seres humanos. Como por exemplo: equipamentos que consigam retirar os gases da nossa atmosfera, dentre outros.

Marcos Garzon
Escritor, empresário, advogado, publicitário, especialista em marketing de transformação, escritor com mais de 100 livros publicados e distribuído sobre o tema responsabilidade socioambiental. Curta e fique por dentro sobre a defesa do meio ambiente:
https://www.facebook.com/Marcos-Garzon-515090675191698/
https://www.youtube.com/watch?v=7pUGKqvp5oM

http://www.marcosgarzon.eco.br

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: