A Fundação Banco do Brasil-FBB, através do programa voluntário BB, entregou na manhã desta sexta-feira (28), um veículo pálio zero km para desenvolvimento das ações de campo de implantação e acompanhamento de viveiros agroecológicos na bacia do Rio São Bartolomeu
A Fundação Banco do Brasil-FBB, através do programa voluntário BB, entregou na manhã desta sexta-feira (28), um veículo pálio zero km para desenvolvimento das ações de campo de implantação e acompanhamento de viveiros agroecológicos na bacia do Rio São Bartolomeu (Paranoá, Sobradinho, Planaltina-DF e Luziânia). O projeto atende agricultores de assentamentos com práticas de preservação ambiental, como o plantio de árvores frutíferas do bioma cerrado e desenvolve atividades práticas de manejo sustentável, desde o plantio, tratos de manutenção e combate a pragas sem uso de agrotóxico. O instituto Transformar atende, em média, 300 agricultores do DF desde 2012. Em 2017 o projeto será estendido para o Estado de Goiás, inicialmente para as cidades de Planaltina-GO e Formosa-GO.

Estiveram presentes os diretores do Instituto Transformar, Osiel Silva (diretor financeiro) e Reginaldo Oliveira (diretor Presidente). Segundo Reginaldo “A entrega do veículo é de grande importância para atender as comunidades onde os viveiros estão localizados”, revela Osiel. “A multiplicação de novos agentes propagadores dos conceitos e ideias de desenvolvimento sustentável que já eram aplicados nos projetos no Distrito Federal serão, agora, disseminados também no Goiás, trazendo grande benefício para o cerrado como um todo”, finaliza.

Clever Bomfim, aposentado do Banco do Brasil, padrinho do convênio que viabilizou a aquisição do veículo por meio do programa voluntário BB, acredita que o veículo proporcionará maior mobilidade aos técnicos que desenvolve as atividades em campo “Parabenizo o Instituto Transformar pelo belo trabalho desenvolvido nos viveiros agroflorestais no DF e GO, tendo a FBB como parceira de importantes projetos sustentáveis em todo Brasil”, completou.

A entrega do veículo na Horta Orgânica Municipal é um reconhecimento pelo trabalho desenvolvido pelos gestores desde 2004, trabalho coordenado por Lucieli Cantuária Lôbo e Emanuel Souza Lobo, sendo referência nacional em alimentação escolar e educação ambiental, reconhecida pelo FNDE/FAO. O projeto “Horta Orgânica do município de Formosa-GO já foi divulgado em inúmeras reportagens tanto local, como de diversas partes da federação, já recebeu visita técnica de 40 países e foi premiada como melhor prática em segurança de alimentação escolar sustentável do Brasil em 2005 e em 2016.

O Instituto Sócio Econômico de Desenvolvimento Social – Transformar é utilidade pública municipal, qualificada com OSCIP. Iniciou as atividades em Formosa atendendo crianças em 2005 com práticas esportivas desde 2011 excuta projetos em diversos estados da federação com destaque aos projetos desenvolvidos, também, no Rio de Janeiro, Pernambuco e Bahia.



Escolha qual rede social e comente:

0 comments: