As redes sociais são extremamente importantes para nos ajudamos reciprocamente, pois a vida que estamos vivendo, extremamente difícil e complicada, pois assim a tecemos, exige que entrelacemos ideias e mãos, para encontrarmos juntos saídas e soluções para nossos problemas comuns
CIENTISTAS CONCLUÍRAM: TODA A HUMANIDADE DESCENDE DA MÃE ÁFRICA
A maioria dos "sangues azuis” e de outros preconceituosos, racistas, prepotentes e orgulhosos do planeta devem estar engolindo as salivas das suas vaidades, artificialismos e besteiras sociais, pois estudo, encabeçado pelo cientista dinamarquês Eske Willrsev, concluiu que todos os povos do planeta descendem de uma única população que migrou da África pelo menos 75.000 anos atrás. Nossa abençoada Mãe África. Vamos lutar por ela, defende-la, ajudá-la, pois é o berço que amamentou a nossa civilização.

O DONO DAS RUAS, AVENIDAS E ESTRADAS
E lá vai o dono das ruas, avenidas e estradas, diariamente, pensando: - Ah! As ruas são minhas. Não tô nem aí pra ninguém. Cada um que se vire. Fecho mesmo o cruzamento sem me importar com o próximo. Buzino quanto e quando quiser, porque ninguém pode ficar na minha frente. - Ah! Eu primeiro, e vou costurando mesmo pelas minhas avenidas, dane-se quem quiser, o mundo é dos espertos. -Ah! As estradas foram feitas pra mim, ando devagar mesmo pela pista da esquerda, ou corro pelo acostamento. Não tô preocupado com ninguém. Assim, segue o dono das ruas, avenidas e estradas, desrespeitando o semelhante, sem princípios e valores, sem educação e cidadania, ignorante mesmo, envolvido completamente pela cultura da esperteza brasileira.

CHUVA!
Finalmente! Muitas alegrias pelas chuvas. Muitos tomaram e vão tomar banho de chuva. A chuva, na verdade mesmo, é uma bênção da natureza aos seres humanos. Esperada, sonhada, desejada, comemorada.  Muitas orações para a sua breve chegada. Deu o ar da sua graça, refrescando, umidificando, molhando a terra sedenta. Sempre bem-vinda, especialmente para as flores, plantas e árvores, assim como para os reservatórios, e principalmente para os seres humanos. Muito tempo de espera. Mas, ela vem e passa. Para que fique mais tempo, lembra da árvore, plante uma árvore, muitas árvores, porque a árvore é o meio de comunicação da natureza entre a terra, a água e o ar. A árvore transpira e leva água pra atmosfera, a árvore libera os perpenos e isoprenos que se oxidam quando atingem uma altura elevada, caindo então sobre as nuvens, ativando-as para liberarem... a chuva. A árvore fabrica oxigênio e trabalha para a produção de chuva. Não vamos esperar outra seca para lembrar da árvore, para plantar milhões de árvores.

JUVENTUDE BRASILEIRA
Diz um ditado popular: - Aos 20 anos, incendiário. Aos 40 anos, bombeiro. Nada mais verídico, pois aos 20 anos pensamos que sabemos tudo, que todos estão errados e nós estamos certos, o exemplo clássico do soldado que pensa que está marchando certo e o restante do batalhão está marchando errado, que podemos e devemos mudar o mundo, e aos 40 anos começamos a entender que sabemos menos do que sabíamos aos 20 anos, que é uma tarefa difícil demais mudar apenas a si mesmo.  Para no final da existência percebermos que não sabemos nada. Vemos a juventude brasileira pelas esquinas e protestos da vida, punhos erguidos, depredando o património público e o alheio, simplesmente destruindo, repetindo velhos bordões ultrapassados, seguindo ideológicas vencidas, servindo apenas como massa de manobra de espertalhões políticos interesseiros e venais, e vemos produtos doentes de uma sociedade doente que não sabe mais como curar a si mesma. A maioria das pessoas, talvez anestesiada pela loucura socioambiental reinante, dá de ombros, omissa, passiva, inativa, para a chocante realidade diária que contemplamos, deixando a juventude seguir os seus passos incertos, na egoísta reflexão: - Vão acabar aprendendo com seus próprios erros! Assim, produtos do amor permissivo, que  absolutamente não educa nada, prejudicando o jovem de forma muitas vezes irreversível, nascidos pelas favelas ou pelas avenidas iluminadas da vida, mergulhados nas selvas de concreto, distantes da vida natural, positiva, real,  que a Natureza oferece, desconhecendo o que Ela  está preparando em sua caixa de surpresas, segue a maioria da juventude brasileira perdida nos asfaltos, prejudicando a si mesma,  escolhendo caminhos que inevitavelmente levam a abismos que não sabem que existem, armadilhas da vida aos incautos que não sabem nada  e acabam caindo nos braços do infortúnio porque simplesmente escolheram mal.

A RELAÇÃO HOMEM COM DEUS
Todos nós sabemos que somos criaturas de Deus, criadas por Ele, a quem estamos completamente submissos, às suas Leis e determinações para nossa vida. Absolutamente nada do que fazemos fica escondido dos Seus Olhos onipotentes e oniscientes, não vivemos para o nosso puro deleite, sabemos bem, pois somos totalmente dependentes de um coração independente, que Ele desliga quando quiser, temos uma vida curta, rápida como o vento e logo voltaremos para o nosso Lar. E o que constantemente fazemos? Colocamos Deus para quando tivermos tempo, quando nos aprouver, quando quisermos sair da zona do conforto, quando pudermos, descarregando nossas consciências em curtas orações, no mais das vezes para pedirmos algo, pois Ele está "à nossa disposição, sendo fiel aos nossos simples e infantis desejos”. Aí, lutas, sofrimentos, quedas, obstáculos e dificuldades. Então, lamentamos, choramos, desanimados, tristes, porque somos esquecidos pelo Pai, que nos abandonou, que nos largou à própria sorte, numa vida difícil, numa vida de dores e sofrimentos. Assim, pressionados, retornamos para Ele, mendigando suas atenções aos nossos problemas existenciais. E logo que alcançamos alguma melhora, volta Ele ao segundo plano, numa roda interminável. Como tudo seria mais fácil, melhor, mais leve e iluminado se O colocarmos em primeiro lugar sempre, nas alegrias e nas tristezas, nos momentos bons e ruins, nos períodos de sucesso ou de fracasso, como prioridade da nossa vida, de vez que Ele é nosso Pai infinito e eterno. Nossa proximidade ou nossa distância dele marca e marcará a nossa vida, boa ou ruim, conforme escolhermos. Mas, como é tão difícil entendermos como é importante esta nossa posição?! Perto ou longe, eis a questão.

REDES SOCIAIS E AS MENSAGENS SEM ASSINATURA
As redes sociais são extremamente importantes para nos ajudamos reciprocamente, pois a vida que estamos vivendo, extremamente difícil e complicada, pois assim a tecemos, exige que entrelacemos ideias e mãos, para encontrarmos juntos saídas e soluções para nossos problemas comuns. E as redes sociais são fundamentais para construirmos novas estradas socioambientais para nossos objetivos construtivos em todos os setores. Mas existem inevitavelmente uma quantidade imensa de postagens de todos os tipos. No entanto, existem as postagens de mensagens sem assinatura, apócrifas, atrás das quais muitas pessoas se escondem, por diferentes motivos, vergonha, medo, covardia... Vamos assinar as mensagens, quaisquer que sejam! Precisamos enfrentar juntos as grandes transformações socioambientais que estão à nossa frente. Vamos interagir com o mínimo de consciência possível

Pior do que a ignorância do saber é a ignorância da presunção do saber.

LIBERTAÇÃO
Quer encontrar uma das mais importantes libertações existenciais? Destravar muitos problemas do caminho, desamarrar muitas cordas, desatar muitos nós, desbloquear muitos obstáculos? Uma das mais importantes chaves que abre muitas portas da sua vida, você vai encontrar em Mateus, capítulo 6, versículos 14 e 15.

BRASIL EM PRIMEIRO LUGAR!
Quando vamos ver um político brasileiro pensar primeiro no Brasil?! Vemos apenas políticos pensando egoisticamente em si mesmo, no seu partido, aferrado em suas ideias ultrapassadas, em suas ideologias mortas. A situação, por exemplo, do meio ambiente, nossa natureza, especialmente da água, basta ver o que está acontecendo com a região do Distrito Federal e entorno, é claramente dramática. A situação do sistema médico/hospitalar no Brasil é simplesmente dramática. A situação da violência e da criminalidade é especialmente dramática. A situação dos elevadíssimos índices de acidentes no trânsito é terrivelmente dramática. Onde estão os políticos brasileiros?! Onde está o omisso, passivo e inerte povo brasileiro que não cobra ações?! O que estamos todos nós juntos esperando?! Tudo piorar?! Claro que só vai piorar.

FALTA D'ÁGUA
Vamos analisar juntos: -  Mais pessoas nascendo, maior consumo de água, mais soterramento de nascente, menos proteção de nascentes, desmatamentos das matas ciliares que protegem os rios, que sofrem com o assoreamento, que quer dizer maior volume de terra caindo neles, enfraquecendo-os, mais e mais poços artesianos tirando água dos lençóis freáticos, menos água fluindo paras as nascentes, menos água fluindo para os riachos e rios, assim menos água para os reservatórios, então menos água para as torneiras. E os políticos pensando em buscar água de outros reservatórios, em outros mais, diminuindo gradativamente a disponibilidade do líquido precioso, mais precioso do que o petróleo. E continuam os políticos correndo atrás das consequências. E o pior, a chuva diminuindo. Qual o caminho, saída e soluções? Trabalhar nas causas. Quais causas? A principal: desmatamento. A árvore é a solução principal, porque forma a ambiência necessária para a formação de chuvas. Basta analisar o índice pluviométrico dos anos 60, 70, 80, 90, 2000 em comparação com o quadro de árvores existentes em todo o Brasil. Ah! A árvore demora a crescer. Sim, demora, mas não existe outra solução.

Marcos Garzon
Escritor, empresário, advogado, publicitário, especialista em marketing de transformação, escritor com mais de 100 livros publicados e distribuído sobre o tema responsabilidade socioambiental. Curta e fique por dentro sobre a defesa do meio ambiente:
https://www.facebook.com/Marcos-Garzon-515090675191698/
https://www.youtube.com/watch?v=Gb87GC472zA

http://www.marcosgarzon.eco.br

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: