Uma menina de 13 anos revelou que sofreu violência sexual através de uma carta, encontrada na gaveta do guarda-roupa de sua mãe

Uma menina de 13 anos revelou que sofreu violência sexual através de uma carta, encontrada na gaveta do guarda-roupa de sua mãe. Ao descobrir a carta, a genitora se dirigiu imediatamente à Delegacia da Mulher de Formosa e registrou um Boletim de Ocorrência para apurar os fatos.

Na carta, a menina diz que “precisa falar uma coisa muito importante” e que foi abusada quando possuía 9 anos de idade. Ainda, a menor revela que não contou antes, pois “tinha medo” do autor.

O investigado é um homem de 26 anos, conhecido da família da vítima, o qual confessou os abusos.

Ainda, durante a investigação, descobriu-se que o investigado também abusou sexualmente de sua sobrinha, fato ocorrido há 2 anos atrás, quando ela possuía apenas 4 (quatro) anos de idade.

Os abusos consistiam em carícias nas áreas sexuais das crianças e no estímulo para que elas colocassem a mão nas partes íntimas do investigado, o que constitui ato libidinoso.

O investigado responderá pelo crime de estupro de vulnerável, cuja pena é de 8 (oito) a 15 (quinze) anos de reclusão.

Fonte: Delegacia da Mulher de Formosa

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: