Quem passa pela Praça do Pau-Ferro se depara com a falta de duas árvores que foram cortadas na manhã deste sábado (25).

Quem passa pela Praça do Pau-Ferro se depara com a falta de duas árvores que foram cortadas na manhã deste sábado (25). As duas Ficus Benjamina foram cortadas porque “Traz prejuízos ao erário público e privado”.

A decisão da Prefeitura de Formosa foi criticada pela população e ambientalistas que classificaram como tragédia o corte das árvores que estavam lá há décadas. Eles defendiam um debate em conjunto com a cidade antes do corte.

A maioria da população também é contra. Nas redes sociais os habitantes demonstram o repúdio da decisão da Prefeitura de Formosa.

Em nota, a Prefeitura alega “Sim. Infelizmente foi autorizada o corte dos dois Ficus ali do pau-ferro. As árvores estavam causando muitos transtornos aos moradores e estabelecimentos próximos. Suas raízes são muito agressivas e estavam danificando o piso e os encanamentos. Muito complicado conviver com o Ficus. Após o corte dessas duas, serão plantadas outras seis árvores no local”, declara.

No local a maioria das pessoas lamentam o corte pelas árvores fazerem parte do dia a dia.

A Prefeitura divulgou que a substituição às árvores cortadas, serão plantadas em parceria com os moradores adjacências, um total de seis novas espécies de árvores típicas do cerrado. Em nota divulgada na manhã deste domingo (26), divulgou que o superintendente foi exonerado “A ação realizada pela superintendência de Limpeza Urbana da Prefeitura Municipal, embora fundada em levantamento técnico do setor de Meio Ambiente da Prefeitura, foi realizada sem nenhum planejamento e sem o conhecimento dos escalões superiores da administração municipal, razão porque o Prefeito do Município exonerou, na manhã deste domingo, o Superintendente de Limpeza, que determinou a ação em questão”, revela.

O Fórum Permanente de Meio Ambiente vai encaminhar à Secretaria de Assuntos Econômicos e Meio Ambiente de Formosa o esclarecimento de questões. “A propósito do corte raso dos ficus no Pau Ferro, no sábado (25/3), que tanta estranheza e indignação causou junto a grande parcela da população, o Fórum Permanente de Meio Ambiente de Formosa irá solicitar formalmente à Secretaria de Assuntos Econômicos e Meio Ambiente de Formosa, no início desta semana, esclarecimentos sobre as seguintes questões:
1) Que tipos de transtornos graves estavam sendo comprovadamente causados pelos ficus e averiguados em laudo técnico documentado para qualquer cidadão formosense poder consultar?
2) Que medidas foram tomadas para mitigar a situação e evitar o corte das árvores?
3) Por que o Fórum de Meio Ambiente, órgão que integra o Sistema Municipal de Meio Ambiente, representando a sociedade formosense, não foi previamente informado e consultado?
5) Com relação ao plantio de outras seis árvores, conforme anunciado pelas autoridades municipais, com base em que contagem de carbono se definiu por essa quantidade?
6) Quais espécies serão plantadas?
7) Qual o seu tamanho?
8) Quando serão plantadas?”, destaca a instituição que é um órgão previsto pela Lei nº 545/11, de 23 de dezembro de 2011, que institui o Código Municipal de Meio Ambiente.

Galeria

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: