Já se passaram cem dias desde que a nova administração assumiu a gerência municipal. ‘A Prefeitura para todos’, coligação que venceu as eleições de 2016 administra a cidade até 31 de dezembro de 2020.
Já se passaram cem dias desde que a nova administração assumiu a gerência municipal. ‘A Prefeitura para todos’, coligação que venceu as eleições de 2016 administra a cidade até 31 de dezembro de 2020.

Em sua posse Ernesto fez críticas ao populismo, apadrinhamento, omissão e improviso “O populismo, o empreguismo, o apadrinhamento, a omissão, a negociata, o improviso, não fazem parte das minhas práticas e não estará presente na nossa administração”, disse. “Nossa gente clama por serviços públicos de qualidade e resolvam problemas sérios nas diversas áreas de atuação pública”, pontuou.

Administrando o nono mais populoso município de Goiás, Ernesto ainda enfrenta entraves. Mesmo no início do mandato, duas declarações antigas, feita enquanto era deputado estadual já causa questionamento. No dia 3 de abril de 2016 comentou “Ó incompetentes do governo, até quando vão permitir que Formosa se torne palco da violência e da criminalidade?”, questionou. Formosa, como todo o Entorno do Distrito Federal, enfrenta problemas relacionado à segurança pública. Ernesto já se reuniu com o governador Marconi Perillo e visitou várias vezes o Congresso Nacional.

Na infraestrutura a operação tapa buracos é um percalço. A primeira saída para Brasília, Rua Tancredo Neves, foi o primeiro lugar a receber em janeiro, após quase 100 dias, continuam com buracos. Vários pontos da cidade continuam com verdadeiras crateras. Alguns lugares ainda não receberam a operação enquanto outros receberam diversas vezes e continuam com problemas na malha viária. O asfalto tem sido o grande gargalo das últimas administrações.

Os servidores continuam com salários defasados e professores já reivindicam a atualização.

A mais recente polêmica do “Governo de Formosa”, foi quando duas árvores foram cortadas na Praça do Pau Ferro. O incidente acarretou a exoneração do superintende de Limpeza. A Prefeitura lançou a nota “Foi realizada sem nenhum planejamento e sem o conhecimento dos escalões superiores da administração municipal”, dizia um trecho.

Na saúde, ainda não foi implantado o serviço de obstetrícia (partos) no Hospital Municipal. Enquanto em Planaltina, o Hospital de lá recebe pacientes até da capital federal. Lançado na última semana, o MamAmiga, um projeto para apoiar mulheres com câncer de mama, terão apoio multidisciplinar para levantar a autoestima e evitar problemas como a depressão.

Durante seus 100 dias, Ernesto percorreu todo município. Participou de eventos, entregou kits, conversou com a população e prometeu melhorias. Disse que está saneando as contas e buscando alternativas para o desenvolvimento industrial do município. Busca um projeto de lei no Congresso para incentivos fiscais federais em Formosa, por sediar o maior Campo de Instrução do Exército e perder grande parte de sua área cultivável.

Formosa ainda tem 1460 dias ao lado de Roller que conquistou 76,68% dos votos.

Histórico
A primeira coletiva de Ernesto foi na quarta-feira, 11 de janeiro e iniciou de antemão que a Operação Tapa buracos se iniciaria por meio de uma carta convite.

Em meio a reuniões, visitas, poses percorreu Formosa e foi até no congresso nacional.

O “Governo de Formosa”, também levou o debate para os servidores. Em 14 de fevereiro, em Audiência Pública para discutir a situação da FORMOSAPREV - Fundo Municipal de Previdência Social.

O prefeito Ernesto Roller também reduziu o subsídio dos agentes políticos (prefeito, vice-prefeito e secretários municipais). Foi detectado que eles estavam recebendo subsídio acima do que a lei de 2014 delimitava.

Também modificou e criou o novo uniforme das escolas municipais.

Em 8 de março levou os participantes dos programas sociais para a AABB na comemoração ao Dia Internacional da Mulher.

A Prefeitura realizou coletiva de imprensa no dia 14 de março para demonstrar a situação financeira do município.

Após operação que envolveu ambulantes, a Prefeitura fez evento no dia 22 de março para debater sobre a intervenção.

No dia 4 de abril, realizou audiência pública para elaboração de lei e diretrizes orçamentárias.

Nota
Na terça-feira, 11, a Prefeitura de Formosa vai lançar a nota de 100 dias de governo.

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: