O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás decidiu pela cassação do mandato do prefeito de Planaltina de Goiás, Dr. Davi e da vice Pastora Cida.

O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás decidiu pela cassação do mandato do prefeito de Planaltina de Goiás, Dr. Davi e da vice Pastora Cida.

Além da cassação os dois devem pagar multa de R$ 30 mil reais cada. O Dr. Davi fica inelegível por oito anos, no entanto, a vice Pastora Cida pode disputar as eleições. Cida deve disputar a vaga de deputada federal após o deputado estadual Lincoln Tejota compor a chapa de Ronaldo Caiado ao Governo de Goiás na vaga de vice.

O voto de desempate emitido pelo desembargador Escher seguiu o relatório do juiz Rodrigo de Silveira.

Em nota nas redes sociais a defesa do prefeito revelou que os advogados vão entrar com recurso e se necessário recorrerão ao Tribunal Superior Eleitoral. Até o julgamento do primeiro recurso o prefeito e a vice permanecem nos cargos.

No caso de os recursos não serem admitidos, prefeito e vice afastam dos cargos e quem assume é o presidente da Câmara Municipal, Pastor André Magalhães até as eleições suplementares.

A população fez uma carreata na cidade após a decisão do TRE-GO.



Foto/Reprodução: Facebook/Prefeitura de Planaltina

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: