A economia brasileira cresceu apenas 0,6% no terceiro semestre em comparação ao dado anterior. Em relação ao ano passado, o aumento chegou a 0,9%. Os dados fazem parte das Contas Nacionais Trimestrais divulgadas ontem pelo IBGE. O Produto Interno Bruto (PIB) alcançou R$1,098 trilhão.

Com 0,6% de crescimento o Brasil registrou um desempenho inferior ao de países como China (2,2%), Chile (1,4%) e Venezuela (3,6%).

Ministro da Fazenda
Em pronunciamento, o ministro da fazenda, Guido Mantega afirmou estar satisfeito com a reação da economia brasileira, mas prevê um aumento mais intenso no próximo trimestre. “O resultado poderia ser melhor, mas temos de olhar o que está acontecendo na economia. O resultado não mostra toda reação” relatou.

O ministro atribuiu o resultado do PIB abaixo do esperado, pelo fato da estagnação do setor de serviços. “O setor representa mais de 60% do PIB” afirmou o ministro.

Embora o comércio tenha crescido 0,4%, as transações financeiras caíram 1,1%. sso explicado pela menor oferta de crédito dos bancos e pela redução do ‘spread’, um fato que é positivo em um primeiro momento acaba tendo um efeito negativo (no PIB)”, disse.

Para a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, esse é o melhor resultado desde o primeiro trimestre de 2011 e demonstra que o Brasil está retomando o crescimento. “Acredito que as medidas que foram tomadas durante o ano começam a dar resultado”, disse. Segundo a ministra, a atual situação permite ao governo acreditar que o país crescerá 4% no ano que vem. 
Com informações das agências e O povo

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: