Salvador Espíndola Antunes, 25, considerado como o “Rei da Maconha”, saiu do cárcere pela porta da frente do presídio. Ele recebeu a autorização judicial, que foi expedida pela juíza da 3ª Vara Criminal de Goiânia, Iara Márcia Frenzoni de Lima Costa. A magistrada concedeu o alvará de soltura “devido ao excesso de prazo e o consequente constrangimento ilegal na prisão”, descreveu em sua decisão.

Salvador Espíndola estava preso há 124 dias e saiu do cárcere na última quinta-feira, 13. Ele foi preso numa operação da Polícia Civil de Goiás, em que 19 líderes do crime organizado foram autuados dentro do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia. Salvador estava em Coronel Sapucaia, no Mato Grosso do Sul e foi capturado pelos agentes da Polícia Civil e integrantes do Ministério Público. Na época, foi constatado que pelo menos 70% dos crimes relacionados a furto ou roubo de veículos e tráfico de drogas no Estado eram comandados de dentro da prisão, por outros bandidos.

REI
O traficante, conhecido como “velhinho; salva; ou primo”, fornecia, segundo o delegado Edson Carneiro disse em entrevista na época da prisão, uma tonelada de maconha, em carregamento que saía do Estado mato-grossense. A prisão do traficante reduziu, ainda conforme o delegado, crimes como homicídios, roubos de veículos e tráfico de entorpecentes na Região Metropolitana. “Em média, 30% dos crimes relacionados a drogas na Grande Goiânia foram reduzidos com ele atrás das grades”, disse, na entrevista coletiva de apresentação do preso, meses atrás, o delegado Edson Carneiro.
Fonte: Diário da Manhã

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: