Mais um evento esportivo foi realizado neste final de semana em Formosa. Dessa vez, a 6ª Etapa da Copa Goiás de Fórmula 200 na Praça Rui Barbosa trouxe para os formosenses um espetáculo de Manobras Radicais, Fórmula 200 e Willing.

Desde às 8h30 a população de Formosa começou a se reunir na maior praça do município. A população ficou em êxtase, com shows de adrenalina e velocidade. Os DJs também fizeram a galera que estava na arquibancada agitar.

A jovem Alessandra Sousa esteve em um dos dias do evento e achou tudo divertido. “O evento está muito legal, muito bom. É legal para os jovens se divertirem e tem muita gente bonita. Podia ser pelo menos duas vezes ao ano. Eu espero que repita mais e mais vezes”, revelou.

A formosense Ana Cláudia gostou muito da Fórmula 200. “Eu estou achando bom. Gosto dos carros, das manobras, está tudo ótimo. Eu trouxe meu filho para ele ver e brincar. Eventos como esse é sempre bom”, declarou.

O diretor de provas da federação Goiana de automobilismo, Tarcísio Gonçalves, gostou da a 6º etapa da Copa Goiás de Fórmula 200 que foi realizada em Formosa. “Foi uma etapa muito boa com a presença do público, foi um grande evento aqui em Formosa. Estou acostumado a vim aqui, é um povo muito hospitaleiro e tenho o maior prazer de fazer corrida aqui, foi uma prova emocionante”, ressaltou.

A secretária de Esportes, Gigi Benck, classificou o evento como fantástico. “Ontem nós tivemos que cancelar algumas corridas por causa da chuva, mas hoje o dia prometeu. Gostaria de agradecer a presença de todos e ao nosso prefeito Itamar pela dedicação, a nossa vice-prefeita Argentina, ao diretor e presidente da Agel, Marcos Goulart e Célio Silveira que estão empenhados com o esporte de nossa cidade”, frisou.

O deputado estadual, Iso Moreira, salientou o belo trabalho realizado pelo prefeito Itamar. “Gostei muito de ter participado desse evento. É um grande evento onde o esporte é divulgado e estou alegre. Para mim é uma satisfação. Formosa é uma cidade de um povo trabalhador. Podem contar comigo que eu estarei com Formosa para o que der e vier”, revelou o deputado.

A vice-prefeita, Argentina Martins, entrou em um carro de manobras radicais na manhã desse domingo (01). “O evento está sendo maravilhoso, uma adrenalina pura. Depois que participei, dei umas boas rodopiadas na pista eu senti porque o povo vibra. É muita adrenalina, é muito gostoso e divertido. Nossa população merece atividades recreativas”, destacou.

O prefeito, Itamar Barreto, também entrou em um carro de manobras radicais e constatou a adrenalina. “É um evento muito bonito, com muita adrenalina e emoção. Nós estamos contemplando nossa juventude com opções de lazer, trabalho para que a nossa juventude tenha uma vida normal. Uma vida onde as pessoas possam dizer que moram em Formosa, gosta de Formosa e é feliz em Formosa. É muita emoção entrar no carro de manobras radicais, mas temos a segurança que os pilotos sabem o que está fazendo e são peritos”, disse. O prefeito também fez um convite a população. “A partir do dia 11 de dezembro até o dia 6 de janeiro, venham visitar a Praça Rui Barbosa todas as noites. Estaremos aqui com papai noel, com as crianças nessa festa que é universal, que é a festa natalina” salientou.

A melhor volta foi do piloto Deoclecio Macedo, ele fez a volta 17 com apenas 47,55 segundos.

Confira o ranking:
1º lugar: Deoclecio Macedo
2º lugar: Reinaldo Balestra
3º lugar: Zé Maria Reis

Com informações da Prefeitura de Formosa

GALERIA















Escolha qual rede social e comente:

1 comments:

  1. No Império Romano quando o momento era de crise, tudo era escasso, para o povo se acalmar, não reclamar e, não se revoltar contra o poder dominante da época, era utilizado a política do "pão e circo", ou seja, eram construídas enormes arenas, nas quais se realizavam os sangrentos espetáculos dos gladiadores. Esses espetáculos envolviam homens e animais selvagens. Também eram realizados eventos como corridas de bigas, quadrigas, acrobacias, bandas, palhaços e corridas de cavalos. Enquanto o espetáculo acontecia, alguns servos eram incumbidos de jogar pão nas arquibancadas. Dessa forma o povo não reclamava dos problemas que os acometia ou alguma crise política que poderia estar em pauta no momento. Ao patrocinarem a diversão e a comida gratuita ao povo, o mesmo se esquecia, momentaneamente, desses problemas e, quando se lembrassem, os fervores do momento já havia passado. Dessa forma, o povo de barriga cheia e diversão garantida ficava mais calmo, pacífico e voltava para casa sem reclamar e protestar das injustiças sofridas, se sujeitando uma vez mais aos desmandos dos Césares da época e relegando as decisões importantes a esses líderes políticos sem participarem ativamente do processo. A política do pão e circo que foi muito utilizada na Roma antiga continua muito atual hoje em dia, o que demonstra mudarem-se os povos, os lugares, mas não o modo de agir do ser humano.

    ResponderExcluir