O candidato a deputado federal Francisco Jr visitou a cidade de Formosa neste sábado (15). Francisco visitou moradores, empresários e participou de reuniões com sua base

O candidato a deputado federal Francisco Jr visitou a cidade de Formosa neste sábado (15). Francisco visitou moradores, empresários e participou de reuniões com sua base.

Francisco é ligado à igreja, casado, pai de 3 filhos, católico, advogado e urbanista. Para Francisco “Política é vocação e missão, por isso eu levo tão a sério. Eu sei muito bem quantas coisas nós podemos realizar aos que mais precisam”, diz.

As bases de Francisco são ligadas ao cristianismo. Devoto da Igreja, o deputado defende a bancada religiosa. Ele é famoso por integrar a Renovação Carismática Católica - RCC.

Durante a manhã deste sábado o candidato visitou empresários e um apoiador. O senhor de 91 anos emitiu o título apenas para votar no deputado.

O deputado defende pautas como:
A favor: da vida; da operação lava-jato e reforma política
Contra o: Aborto; ideologia de gênero e foro privilegiado.

Francisco defende a união de propósitos “Para mim, política é vocação emissão, por isso eu levo tão a sério. Eu sei muito bem quantas coisas nós podemos realizar aos que mais precisam”, revela.

Francisco retorna a visita em Formosa na próxima quinta-feira (20).

No Estado “A política a serviço da vida” contou com 189 projetos apresentados, 86 leis aprovadas e 104 obras sociais atendidas “Como Deputado Estadual, priorizamos a defesa da vida e o auxílio às entidade sociais”, diz.

Para Francisco a missão e ajudar e defender as pessoas “Tenho como missão na vida pública servir ao próximo, foi isso que aprendi no seio da minha família, e assim que eu me porto em tudo que faço. Esse desafio de estar em Brasília surge da necessidade de uma voz que fale alto em defesa dos valores éticos, que defenda a vida acima de tudo, e que as pessoas possam ter qualidade ao longo da vida, esses pontos norteiam e fazem parte da minha trajetória”, declara.

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: