A Prefeitura de Formosa divulgou o decreto declarando o município em situação de emergência por causa do mosquito Aedes aegypti.

A Prefeitura de Formosa divulgou o decreto declarando o município em situação de emergência por causa do mosquito Aedes aegypti. O decreto n. 2520/15, de 21 de dezembro de 2015, declara Emergência em Saúde Pública no município de Formosa em razão do risco de epidemia por doenças infecciosas virais e dá outras providências.

O prefeito Itamar Barreto se baseou na Portaria n. 1.813/2015 do Ministério da Saúde e do decreto n. 8.500/2015 do Governo Estadual.

Fica declarada Emergência em Saúde Pública no Município de Formosa - Goiás, pelo período de 180 ( cento e oitenta) dias, em razão do risco de epidemia de Dengue, potencial epidemia de Febre Amarela e da possível introdução dos vírus Zika e Chikungunya no território goiano, bem como da alteração do parão de ocorrência de microcefalias no Brasil. Fica estabelecido o dia 21 de Janeiro de 2016 como dia 'D" para a realização do mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti.

O Estado com maior número de casos de microcefalia é Pernambuco: 1.031. Em seguida vem a Paraíba, com 429 e a Bahia, com 271. O Ministério da Saúde alerta para a necessidade de reforçar o combate ao mosquito nas férias e festas de fim de ano, período marcado por chuvas em muitos estados e com maior circulação de pessoas.

Em nota, a Prefeitura de Formosa ressalta que a participação da comunidade é essencial no combate do mosquito da Dengue, Zika e Chikungunya.

As secretarias municipais e parceiros da Prefeitura se reuniram, nesta quarta-feira (23) no gabinete do prefeito Itamar Barreto para traçar estratégias.




Escolha qual rede social e comente:

0 comments: