A Coletiva de Imprensa realizada na tarde desta terça-feira (14), no Auditório do Hotel Solaris com o prefeito Ernesto Roller, revelou dados financeiros da Prefeitura de Formosa.

A Coletiva de Imprensa realizada na tarde desta terça-feira (14), no Auditório do Hotel Solaris com o prefeito Ernesto Roller, revelou dados financeiros da Prefeitura de Formosa.

O total de dívidas alegadas pelo chefe do executivo local ultrapassa os R$ 123 milhões de reais e vêm de gestões passadas. Ela pode ser maior se demonstrar que os empenhos cancelados na verdade foram executados e cancelados posteriormente.

Como solução Ernesto pretende solicitar à CAIXA para a entrada do município ao Programa de Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos (PMAT), programa do BNDES. O ex-prefeito Itamar Barreto também tentou, mas foi indeferida por incapacidade financeira do município, confira.

Ernesto Roller revelou que está saneando as contas e está buscando alternativas para o desenvolvimento industrial do município. Ele está buscando um projeto de lei no Congresso para incentivos fiscais federais em Formosa, por sediar o maior Campo de Instrução do Exército e perder grande parte de sua área cultivável.

Sobre o asfalto, o prefeito destacou que uma carta convite emergencial de quase R$ 150 mil foi realizada assim que assumiu e uma licitação foi realizada no 1º de março que já está atendendo a população e recuperando a malha viária, primeiramente nos pontos de maior circulação de pessoas. A meta é transformar ela na maior força tarefa de tapa buracos da história do município.

Na área de iluminação pública, Ernesto declarou que foram comprados os materiais elétricos para a manutenção dos postes de iluminação. Inclusive deve criar um aplicativo para a população informar onde as luzes estão apagadas. A ouvidoria também deverá ser reativada.

O saldo em caixa deixado pela gestão anterior é mais de R$ 12 milhões e 673 mil, sendo R$ 1 milhão e 226 mil de livre movimentação. As despesas pendentes de pagamentos não quitadas até 31 de dezembro calculam-se no valor de R$ 39 milhões e 457 mil, o que consolida em saldo negativo de R$ 26 milhões e 783 mil, fazendo assim, insuficiência de caixa.

Galeria

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: