Aconteceu na manhã desta sexta-feira (4), a Reunião Técnica para revisão do Plano Diretor de Formosa. A pauta foram os Programas Habitacionais e Regularização Fundiária.

Aconteceu na manhã desta sexta-feira (4), a Reunião Técnica para revisão do Plano Diretor de Formosa. A pauta foram os Programas Habitacionais e Regularização Fundiária.

No início dos debates foi destacado que em Formosa não existe favela nem cortiços e o que se pretende é continuar assim. Inclusive pretende reforçar o Plano para evitar. Fizeram parte dos debates os temas mais variados e polêmicos. Inclusive as invasões em terra pública há mais de 20 anos.

“Esse Plano deve reforçar a atuação de como vamos receber o fluxo organizacional de Brasília – que previsões dizem alcançar 7 milhões de habitantes em um período próximo –, e não deixar o município virar uma favela”, frisa o secretário municipal de Assuntos Jurídicos, Luiz Antônio.

A superintendente de Assuntos Fundiários, Erika Natividade destacou como se deu o processo de ocupação e parcelamento do solo no município de Formosa. Ressaltou também o estudo que está sendo realizado no município afim de aprovar leis específicas para a regularização fundiária da cidade. Para Erika é de grande importância criar mecanismos para direcionar o crescimento e desenvolvimento de forma ordenada da cidade. “Atualmente encontra-se em processo de regularização fundiária o setor Bosque, Parque Lago e Lagoa dos Santos e iniciará em breve o mesmo trabalho no bairro São Benedito, Av. Rifania e Av. Brocotó”, revela Erika.

Os vereadores também participaram da roda de conversa. A preocupação de Mundim e Jurandir é colocar ações para proibir o desmembramento de lotes pequenos. “Tivemos a oportunidade de poder contribuir com o ordenamento do nosso município. É importante a interação de todos para que tenhamos como fruto desse trabalho, um resultado positivo, pois irá prevalecer pelos próximos dez anos e influenciar na vida de todos os nossos cidadãos de Formosa”, diz o presidente da Câmara de Formosa, Jurandir Oliveira.

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: