O Ministério Público do Estado de Goiás deflagrou na manhã de hoje a operação denominada QUERONÉIA, que tem como objetivo cumprir 04 (quatro) mandados de busca e apreensão em residências de pessoas investigadas pela prática, em tese, de atos de improbidade administrativa

O Ministério Público do Estado de Goiás deflagrou na manhã de hoje a operação denominada QUERONÉIA, que tem como objetivo cumprir 04 (quatro) mandados de busca e apreensão em residências de pessoas investigadas pela prática, em tese, de atos de improbidade administrativa consistente em desvio de recursos públicos em fraudes de licitações e contratos administrativos no período de 2017 e 2018 em Formosa/GO.

Os mandados foram cumpridos nas residências de duas ex-presidentes da Comissão de Licitações, do ex-gestor do Executivo e do ex-controlador interno. A operação tem a coordenação dos promotores Caroline Ianhez, Fernanda Balbinot e Douglas Chegury, e conta com o auxílio dos promotores Bernardo Frayha e Frederico Machado, além do apoio da PMGO.

A operação QUERONÉIA é desdobramento da Operação GAUGAMELA realizada no início deste mês de fevereiro. QUERONÉIA foi a primeira batalha travada por ALEXANDRE DA MACEDÔNIA no ano de 338 A.C, e que resultou na unificação das cidades-estado da Grécia antiga.

Fonte: MPGO
Foto: Redes sociais

Escolha qual rede social e comente:

0 comments: